Artista da Semana: Girls Aloud – Parte 9

A Girl Aloud com maior  atividade de carreira solo é definitivamente Cheryl Cole. Nesses 4 anos de hiato do grupo ela participou de 3 temporadas do X Factor (e fez um featuring no X Factor US), lançou 3 cds e fez algumas particpações com Will.I.Am, como essa no videoclipe de Heartbreaker.

O primeiro cd de Cheryl foi 3 Words, de 2009, que teve como lead single a canção “Fight For This Love”, primeiro e maior sucesso de Cheryl até hoje.

 

Depois veio a faixa título do cd “3 Words”, mais uma colaboração com Will.I.Am. E fechando, o terceiro single lançado foi “Parachute”, com clipe lindo e elegante:

 

O segundo cd Messy Little Rainrops não teve o mesmo sucesso que o primeiro, mas rendeu dois singles. O primeiro foi da música “Promisse This”, seguido de “The Flood”. Imagino que “The Flood” não tenha feito tanto sucesso porque foi lançado na mesma época da música “The Flood” da boyband Take That, que era um single muito aguardado por ser o primeiro depois da volta de Robbie Williams ao grupo. Aí todo mundo preferiu o single dos meninos, mas enfim, pode ser que eu esteja errada.

 

E 2012 Cheryl Cole  deixa de ser Cole (após se separar do ex marido Ashley Cole) para virar apenas Cheryl e lança seu terceiro cd, A Million Lights, com participações de Lana Del Rey e Will.I.Am novamente. O primeiro single foi o fervo “Call My Name” produzida por Calvin Harris, e em seguida Cheryl apostou em “Under The Sun” como single. Depois desse cd, ela embarcou em uma mini turnê por UK, pra fechar seus trabalhos como cantora solo antes do retorno das Girls Aloud. O show no O2 Arena de Londres virou dvd, que será lançado dia 26 de novembro.

por

Just ride com Lana Del Rey!

A música Ride, que faz parte da reedição de Born To Die – Paradise Edition, teve sua versão em clipe lançado recentemente! APENAS 10 minutos de clipe (!!!????).

A cada trabalho de Lana, acredito ainda mais que ela nasceu na época errada! Sério! Tudo bem que ~amamos~ essa diferença que ela trás na arte, essa voz grossa maravilhosa (não ao vivo). Essa Lolita norte-americana.

No clipe, vemos Lana fazendo a mulher de malandro dos motoqueiros/tios americanos. Não suficiente, ela demonstra que está tendo caso com mais de um deles. E como vemos na foto do single acima, tudo ocorre nessa linda parte do sudoeste dos Estados Unidos (total deserto), onde Lana faz a louca (como ela mesa diz no final do clipe), das uns pega hot numa máquina de pinball e no deserto. E muita coisa, porque são 10 minutos de clipe. ZZzzz

Mas, confesso que eu já gostava da música e passei a gostar mais. Tive paciência em ver o clipe e gostei do resultado. Espero que gostem também!

Curte aí, Ride!

por

Lana Del Rey lança o clipe de ‘National Anthem’

Lana Del Rey, nossa querida cantora sofrida, lançou seu recente single National Anthem, e com um clipe já no padrão Del Rey, vintage!

Lana, incorpora uma mistura de Jackeline Kennedy e Marilyn Monroe [Jackeline, foi casada com o ex-presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy e Marilyn, gerou muita polêmica na época, pois era considerada amante de Kennedy]. No clipe, Lana começa com o clássico: “Happy Birthday Mr, Presidente”, reproduzindo a cena eternizada por Marilyn em 1962, aniversário de Kennedy.

O clipe, além dessas misturas de personalidades, relata o caso de amor entre Lana e o seu amado, então presidente. E no final, Lana lidar com a morte de seu amado, que é morto em atentado. Como aconteceu com Kennedy!

Lana Del Rey é bem aquela pessoa que nasceu na época errada, pelo menos, é isso que ela nos transmite! E um dos comentários noticiados na mídia foi que Lana deu um sorriso no clipe. Haha!

Vejam o clipe e comentem o que acharam, ok!

The Wanted ganha disco de ouro nos EUA

Seria a volta das boy bands ao mainstream? A banda britânica The Wanted vem fazendo bastante sucesso nos Estados Unidos com o single Glad You Came, tanto que ganhou certificação de disco de ouro, vendendo 500 mil cópias (q hoje em dia é muito).

Outra banda britânica que vem fazendo bastante sucesso também é o One Direction, que saiu do X-Factor UK para o mundo. Eles são mais novinhos e tem um estilo meio Justin Bieber, o que me faz gostar mais de The Wanted. Além do mais, com um moço como o Max George, como não gostar?

Com esse sucesso das boy bands, há boatos de que o Simon Cowel quer montar uma boy band americana. Acho bem estranho, porque o Simon sempre foi o precursor dessas modinhas e agora está fazendo o caminho inverso. Antigamente ele criava a boy band/artista no Reino Unido, produtores americanos viam que dava certo e copiavam ou contratavam um artista parecido (até hj isso acontece – Lily Allen ->Katy Perry; Adele + Florence + The Machine ->Lana Del Rey) e agora quer pegar carona no sucesso.

 

 

Só sei que ainda to pra ver uma boy band que faça tanto sucesso e mova milhares como os Backstreet Boys fizeram e moveram. Quem sabe não seja agora a vez do The Wanted?

Brit Awards 2012!

E hoje foi mais um dia de premiação musical, lá na terra da rainha! O British Awards 2012 (equivalente ao Grammy, só que britânico).

A noite começou com o show do Coldplay, com o recente single Charlie Brown. O que tornou a abertura empolgante e animada! E na mesma noite a banda levou o prêmio de Melhor Grupo Britânico!

Coldpay levou o prêmio de Melhor Grupo Britânico no Brit Awards 2012

Coldpay levou o prêmio de Melhor Grupo Britânico no Brit Awards 2012

Olhem só o Coldplay abrindo a noite:


Logo depois, veio o primeiro prêmio da noite: Melhor Artista Feminino Britânico. Imagina quem ganhou!? Adele! Que recebeu seu prêmio das mãos de Kylie Minogue. Mas isso foi só o começo! Ela levou outro prêmio, Álbum do Ano Britânico! E claro que teve show dela! Nada de surpresa, mas ela arrasou novamente com Rolling In The Deep!

Adele e seus prêmios do British Awards 2012

Vejam!

Rihanna e Bruno Mars levaram um Brit para casa! Os dois concorreram como Melhor Artista Internacional, um em cada genêro (feminino e masculino).

E teve show de cada um também! Rihanna, sem playback ou base, brilhou com We Found Love, num espiríto hospício! E Bruno, cantou e nos encantou com Just The Way You Are, com arranjos mais doces, deixando a música mais linda!

E vejam os shows, primeiro o da aniversariante da semana, Rihanna:

E do Bruno Mars, com Just The Way You Are:

Outro prêmio que vale comentar foi o de Revelação Internacional, merecidamente dado a Lana Del Rey, que ainda se mantém muito bem nas paradas de vendas do seu cd Born To Die no país!

Lana Del Rey com seu prêmio de Revelação Internacional no British Awards 2012

Sem levar nada neste ano, Florence + The Machine fez um show espetacular, como sempre, abalando as estruturas do O2 Arena London, vejam:

Teve show do Ed Sheeran, revelação britânica deste ano, e por último, mas não menos importante, o show do Blur! Que voltou com tudo!

Blur no Brit Awards 2012

Conheça o Ed Sheeran:

Blur voltando com tudo:

Foi uma premiação sútil e animada… Alguns comentam sobre o final acelerado, onde a Adele ainda discursava e o apresentador James Corden pediu para que ela despedisse rapidamente, pois o tempo estava “apertado” e o Blur iria se apresentar. Não achei nada demais, aposto que a Adele também!

Depois de todo esse carnaval, ter visto essa premiação, valeu a pena!

Veja os prêmios e seus vencedores:

Melhor cantora britânica: Adele
Melhor cantor britânico: Ed Sheeran
Melhor grupo britânico: Coldplay
Revelação britânica: Ed Sheeran
Melhor single britânico: One Direction What Makes You Beautiful
Melhor álbum britânico: Adele21
Melhor cantor internacional: Bruno Mars
Melhor cantora internacional: Rihanna
Melhor grupo internacional: Foo Fighters
Revelação internacional: Lana Del Rey

Curtam os vídeos e esperamos por mais um Brit Awards!