Precisamos comemorar o nº1 do Blink 182 na Billboard

Blink_182_California

Em reconhecimento ao dia do rock (que na verdade só é comemorado mesmo no Brasil e alguns países da América Latina), vamos falar do importante e surpreendente fato de que foi o Blink 182 quem finalmente tirou o Drake do topo da parada de álbuns mais vendidos da Billboard e estreou seu novo álbum California em primeiro lugar.

A última vez que o Blink conseguiu emplacar um álbum nessa posição, foi em 2001 com o “Take Off Your Pants And Jackets”. Quinze anos depois muita coisa mudou, a banda passou a ter um tom mais sério, se desintegrou em 2005 e voltou em 2009 após a experiência de quase morte sofrida pelo baterista Travis Barker e chegou a lançar mais um álbum (“Neighborhoods” de 2011) e um EP (“Dogs Eating Dogs” de 2012), mas algo estava faltando. Depois de alguns desentendimentos, Tom DeLonge saiu, Matt Skiba entrou e o Blink conseguiu se libertar e se reinventar.

Lançado dia 01 de Julho, o primeiro lugar do “California” na parada define alguns pontos importantes para o Blink 182 e para o cenário musical atual. Em 2016 apenas 5 artistas Rock alcançaram o primeiro lugar do Billboard200 e nem o Red Hot Chilli Peppers, que lançou um ótimo e bastante divulgado “The Getaway” conseguiu alcançar o topo, o que mostra que o Rock tem perdido cada vez mais popularidade no quesito vendas e charts. Ver um álbum novo, de uma banda já consagrada cujo auge foi nos anos 2000, com um novo integrante que o publico ainda não está familiarizado, tirar um CD forte como o do Drake do primeiro lugar, mostra que ainda há esperanças de uma situação um pouco mais homogênea para os estilos musicais. E mostra que o grande publico ainda está disposto a ouvir Blink 182, não somente pela nostalgia, mas também pelo que a banda pode oferecer de novo.

billbrd

O reinado de 9 semanas no topo de Drake tinha que acabar (pelo menos por uma semana) e que bom que foi o Blink 182 que ocupou o lugar.

Anúncios

Um comentário sobre “Precisamos comemorar o nº1 do Blink 182 na Billboard

  1. Concordo em td no texto rs e o Califórnia vai além da nostalgia mesmo…quem sabe agora nasce uma esperança para o Rock ressurgir nos EUA rs em relação a isso de charts e vendas,não que eu ache tb q o Rock precisa tanto isso de charts quanto certos estilos musicais mas é bom para não ter essa coisa homegênea como vc mencionou tb.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s